Em busca de recursos subsidiados, com taxas a partir de 6,5% ao ano? Receba o Manual de Captação de Recursos e participe de Curso Introdutório - tudo GRÁTIS.

Quero Manual e Curso Introdutório

Os 32 passos do processo de captação de recursos subsidiados de longo prazo

Projeto de Captação de Recursos Subsidiados de Longo Prazo.

Nesse artigo abordaremos os 32 passos do processo de Captação de Recursos Subsidiados de Longo Prazo. Essa metodologia de trabalho foi desenvolvida e otimizada pela GigaMedia Consultoria, que vêm atuando com excelência nesse setor há vários anos. Sua eficiência está comprovada por diversas empresas e bancos satisfeitos e recursos captados e projetos desenvolvidos com sucesso.

Os 32 passos para Captação de Recursos

1) Contato inicial com o cliente

Este é o passo inicial e geralmente se dá através do seu networking de negócios com os empresários e demais envolvidos do mercado de recursos subsidiados de longo prazo.

2) Conhecimento do negócio do cliente

Essa etapa é fundamental para todo o restante do projeto. Inicialmente é importante identificar precisamente o setor de atividade, o porte da empresa e as informações contábeis para que esses dados orientem os passos seguintes.

3) Informações sobre financiamento

Nessa etapa é feito um levantamento de quais linhas de crédito existentes no mercado podem atender a demanda do cliente. É necessário fazer um cruzamento dos dados do mercado de recursos subsidiados do ano vigente com as informações do cliente.

4) Checagem dos 10 passos para acessar o crédito

Os 10 passos para acessar o crédito são um checklist desenvolvido pele GigaMedia Consultoria para uma avaliação dinâmica do negócio do cliente e da viabilidade do cliente ser contemplado com o financiamento de recursos subsidiados.

5) Elaboração da Estimativa de Investimentos e das garantias

Nesta etapa é realizada uma rápida simulação (utilizando o software SEAP) preliminar de um financiamento de recursos subsidiados de longo prazo levando em consideração os dados coletados nos passos anteriores bem como as garantias do cliente e a estimativa de investimento próprio. Essa simulação é necessária para confirmar a viabilidade do projeto.

6) Entrega de proposta de consultoria

Uma vez confirmada a viabilidade executiva do projeto, o consultor deve emitir uma proposta de consultoria alinhada com a realidade da empresa cliente e do projeto a ser executado.

7) Assinatura de contrato de prestação de serviços com o cliente

Na sequência, o consultor e a empresa deverão assinar um contrato, o qual regerá o relacionamento entre ambas as partes durante todo o processo de captação de recursos.

8) Entrega do checklist para análise cadastral

A GigaMedia Consultoria usa diversos checklists próprios que auxiliam na captura de informações com agilidade e precisão. No caso em questão é para o levantamento dos dados necessários ao cadastramento da empresa solicitante junto ao banco.

9) Orientações para contratar / solicitar avaliação de bens

Nesse passo o consultor deve solicitar que o cliente faça uma avaliação de bens para fins de garantias do finaciamento. É papel do consultor oferecer orientação de alto nível para que esse trabalho seja realizado de maneira eficiente.

10) Recebimento de documentos para análise cadastral e taxas de cadastro

Nessa etapa o consultor deverá receber do cliente todos os documentos solicitados no passo 8 bem como as taxas de cadastramento.

11) Preenchimento da ficha cadastral de pessoas física e jurídica

De posse dos documentos do cliente, o consultor deve preencher adequadamente a ficha cadastral da empresa cliente e demais pessoas físicas relacionadas assegurando que todos os dados estejam preenchidos corretamente e coerentes com a realidade.

12) Entrega da Ficha Cadastral ao Banco

O consultor deve então efetuar o cadastramento do cliente no banco, preparando-o para o procedimento da carta-consulta.

13) Comunicação de Sinal Verde do Cadastro

Uma vez que o cadastramento tenha sido realizado com sucesso, ou que tenha havido uma sinalização positiva do banco, o consultor deve informar à empresa cliente para que esta esteja a par dos trâmites correntes.

14) Entrega do checklist para carta-consulta

De modo semelhante ao passo 8, o consultor deve repassar à empresa cliente a lista das informações necessárias para a elaboração da carta-consulta.

15) Recebimento de documentos para elaboração da carta-consulta

Nesse passo o consultor deverá checar os documentos recebidos e fazer uma crítica das informações. Caso hajam dúvidas ou faltem informações, a empresa cliente deverá ser contactada.

16) Recebimento dos laudos de avaliação de bens ao Banco

Nessa etapa são recebidas as informações solicitadas no passo 9. O consultor deverá analisar os dados recebidos para posterior utilização na carta-consulta e na elaboração do projeto para aquisição de recursos.

PROJETOS PRIVADOS – CURSOS EXTENSOS

CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO COM USO DO SOFTWARE SEAP

DATA INÍCIO DA PRÓXIMA TURMA EAD –  Solicite informações comerciais

Quero receber informações comerciais

Mais informações sobre a turma EAD: http://bit.ly/infoEPS700

17) Elaboração da carta consulta

De posse dos documentos recebidos no passo 15 e 16, o consultor deve elaborar a carta-consulta de acordo com as informações obtidas pela empresa cliente, e dentro do formato especificado pelo banco.

18) Entrega de carta-consulta ao banco, bem como declarações e autorizações

Na sequencia, o consultor deve realizar a entrega da carta-consulta elaborada bem como das declarações e autorizações que devem estar anexas.

19) Resultado da análise da carta-consulta

Após o banco analisar a carta-consulta, o consultor deverá avaliar a resposta do banco, comunicar o cliente e dar proseguimento ao processo.

20) Negociação das condições e do enquadramento da proposta de crédito

Nessa etapa, de posse das informações coletadas até o momento e com a experiência adquirida acumulada, o consultor deverá discutir dialeticamente com a empresa cliente e com o banco, em busca do direcionamento estratégico para o projeto de captação de recursos subsidiados.

21) Entrega do checklist para elaboração do projeto

Com base na discussão ocorrida no passo anterior, o consultor deve entregar o checklist para o levantamento, pelo cliente, das informações necessárias para elaboração do projeto de negócio.

22) Recebimento de documentos para elaboração de projetos

De posse dos documentos solicitados no passo 21, o consultor deverá analisá-los, verificar a consistência das informações recebidas de acordo com o checklist apresentado, e verificar se as informações são suficientes para a elaboração do projeto.

23) Elaboração do projeto de negócios

Esse é um dos passos mais complexos e por isso é necessário que todos os passos anteriores tenham sido realizados perfeitamente. Para que o projeto possa ser elaborado com sucesso, é necessário que o consultor tenha em mãos todas as informações necessárias. Também é necessário que todas as decisões tomadas no passo 20 estejam consolidadas.

Conheça os cursos da GigaMedia Consultoria sobre Elaboração de Projetos para Captação de Recursos.

24) Entrega do projeto ao banco

Uma vez que o consultor tenha concluído o projeto, feito as devidas checagens e revisões quantitativas e qualitativas, apresentado ao cliente e recebido a anuência deste, então é o momento de apresentar o projeto ao banco.

25) Acompanhamento da crítica dos orçamentos

O consultor deve acompanhar a crítica dos orçamentos feita pelo banco, oferendo explicações adicionais sempre que solicitadas pelo banco.

26) Acompanhamento da análise do projeto junto ao banco

O consultor deve acompanhar o processo de análise do projeto junto ao banco fornecendo informações adicionais, documentos, referências bibliográficas, etc, sempre oferecendo ao analista as informações que ele solicitar. Esse acompanhamento é importante pois possibilita a resolução de eventualidades.

27) Conclusão da análise do projeto pelo banco

Após o fim da análise do projeto, o consultor deve receber a anuência do banco ao financiamento do projeto e então informar ao cliente.

28) Atendimento das condições prévias à contratação da operação

O consultor então deverá, junto à empresa cliente, providenciar todas as questões necessárias para a contratação da operação de crédito junto ao banco.

29) Atendimento das condições prévias à liberação dos recursos

Nesse passo o consultor deverá, junto à empresa cliente, providenciar todas as questões necessárias para que o banco realize a liberação dos recursos.

30) Contratação formal da operação, com assinatura do contrato

Após o pleno atendimento das etapas 28 e 29, o consultor deverá conduzir a contratação do financiamento entre seu cliente e a instituição financiadora.

31) Liberação da primeira parcela

Como resultado de todo trabalho prévio realizado, chega-se naturalmente ao momento em que o banco realizará a liberação da primeira parcela do recurso subsidiado.

32) Elaboração de laudos de aplicação dos recursos

Por fim o consultor deve elaborar dos laudos referentes à aplicação dos recursos recebidos pelo banco.

Trabalhando com essa metodologia de captação de recursos subsidiados de longo prazo é possível trabalhar de forma organizada e eficiente junto ao cliente e ao banco, ajudando o desenvolvimento da economia e dos setores produtivos.

PROJETOS PRIVADOS – CURSOS EXTENSOS

CURSO ELABORAÇÃO DE PROJETOS PARA CAPTAÇÃO DE RECURSOS SUBSIDIADOS DE LONGO PRAZO COM USO DO SOFTWARE SEAP

DATA INÍCIO DA PRÓXIMA TURMA EAD –  Solicite informações comerciais

Quero receber informações comerciais

Mais informações sobre a turma EAD: http://bit.ly/infoEPS700

Comentários do Facebook